Pages

21 de out de 2011

Dúvidas demais pra escolher um título.

Só perguntem o que vou fazer da minha vida se já souberem o que vão fazer das suas.

O mundo gira tão depressa que me deixou tonta. 
Todas as certezas que viviam aqui dentro sumiram num piscar de olhos e já não sei quem é a mulher na minha carteira de identidade. Todos parecem saber, menos eu.
Assino papéis, atendo telefones, confirmo presenças. Respondo por um nome escolhido por meus pais e que o tempo me ensinou ser eu. Quem é esse eu que eu vejo no espelho? 
Não conheço, não reconheço.
O que quer, o que sonha, onde deseja estar? 
Que evaporem os condicionamentos, os imperativos, as expectativas a meu respeito. Tem uma voz que grita dentro de mim e o barulho do mundo não me deixa ouvir quem sou.
Quantos medos, pecados e frustrações eu escondo da minha consciência tentando ser o que me ensinaram ser. Uma pessoa boa, correta, bonita, centrada.
Quantas vontades camufladas, sonhos acorrentados, desejos reprimidos. 
Não sou mais que um animal domesticado.
Minha selvageria pulsa dentro de meu sangue me incitando a correr, caçar, reproduzir. Estou presa a mim mesma; à tudo o que fui condicionada a crer, sentir e amar. Quero sair.
E agora, cadê o mundo pra ME responder: pra onde vou? 

6 comentários:

jaquemaccooppi@hotmail.com disse...

Adorei o texto prima.
Excelente

Brenda disse...

Segue com Jesus. Tudo ficará bem!

Beijoos ♥

Anônimo disse...

... vá pra onde vc acha que vai ser feliz. Vá pra onde a tua intuição mandar. Vá pra onde a tua preparação te levar, mas para isto, crie oportunidades para se deixar levar.

Melhor não contar com a sorte, ela é traiçoeira tal qual o azar. Não importa como te chamam ou como vc gosta de ser chamada, muito menos no que te ensinaram ser.

Coloque tudo isso num liquidificador e tome uma boa vitamina para crer no teu potencial, sentir a liberdade diante dos olhos e amar e fazer o bem e se divertir e ver a leveza das coisas e tudo o que é bom.

Pra onde vc vai? O mundo não vai te responder, é voce que em que tem que escolher onde ir....e com quem!

sumiya disse...

.

Eu sei para onde eu quero ir, mas me abstenho de qualquer palpite subjetivo [nesse momento]. Diretamente não espere muito para mudar. Esse negócio de Jesus ... vc sabe o que eu penso!

.

lavitadisofia disse...

Ciao, Cami.
Em cada palavra escrita por você eu leio os sentimentos impressos.

Borbolete pelo meu blog depois.

Baci.
Sofia

ferrenner disse...

nossa eu adorei o texto cami! PArabéns, sério!

Postar um comentário